shopping-bag 0
item(s) : 0
Subtotal : 0.00
Ver carrinho Finalizar Compras

Nacional vence Vilafranquense

Em jogo da 4ª jornada da LigaPro,  equipa sénior de futebol do CD Nacional venceu esta tarde por 2-1 em casa do Vilafranquense.

Entrando praticamente a perder, pois logo aos 6 minutos Wilson aproveitou um lance rápido de ataque para fazer o 1-0, o Nacional reagiu bem e depressa chegou ao empate por Riascos.

O intervalo chegou sem alterações no marcador, e na segunda parte só deu Nacional, especialmente após a expulsão de Denis Martins, por cumulação de amarelos.

Mesmo assim foi preciso esperar pelo minuto 88 e por um grande golo de Jota para que finalmente se conseguisse derrubar a muralha defensiva do Vilafranquense e o Nacional conquistasse uma justa vitória.

 

Ficha de jogo

LigaPro – 4ª Jornada

Estádio Municipal de Rio Maior

Árbitro: Luís Máximo

Assistentes: Ricardo Luz; Nuno Pires

Quarto árbitro: Hugo Ribeiro

Vilafranquense

Josviaki, Marco Grilo, Denis Martins, Polidoro, K. Fernandes, Nelsinho, Pepo, Diogo Irata, Filipe Oliveira, Wilson e João Vieira.

Suplentes: Maringá, China, Leandro, O. Silas, Tarcísio, Bidi e Brigues

Treinador: Filipe Moreira

Substituições: Pepo por Bidi (62’),João Vieira por Tarcísio (78’), Filipe Pkiveira por Leandro (89’)

Disciplina: amarelo a Wilson (20’), Pepo (21’), Denis Martins (51’, 62’). Vermelho a Denis Martins (62’)

Golos: Wilson (6’)

 

NACIONAL

Daniel, Kalindi, Rui Correia, Júlio César, Witi, Alhassan, Vitor Gonçalves, Ruben Micael, Camacho, Rochez e Riascos

Suplentes: Gauther, Diogo, Campos, Jota, Borges, Perotti e Kenji Gorré

Treinador: Luís Freire

Substituições: Vítor Gonçalves por Jota (60’), Riascos por Kenji Gorre (78’), Kalindi por Perotti (85’)

Disciplina: amarelo a Rui Correia (30’), Vítor Gonçalves (35’), Jota (69’), Camacho (90’)

Golos: Riascos (14’), Jota (88’).

 

1 Comentário

  1. Henrique

    Mais do que uma vez referi neste espaço que o nosso melhor reforço foi a nossa equipa técnica e não mudarei a minha decisão. Digerido já o jogo de sábado fica a vitória como o ponto alto do fim de semana. Preocupante sim a forma pouco agressiva como jogamos, perdíamos facilmente às segundas bolas, na 1 parte uma dificuldade tremenda em controlar tudo o que eram as nossas transições defensivas, bolas paradas defensivas e jogo aéreo na nossa área. Há 2/3 Jogadores que os adeptos já perceberam que não querem nada com a equipa, então pergunto..O que fazer para resolver esta situação?! Vamos hipotecar uma subida de divisão porque há 2/3 Jogadores amuados? Estes jogadores têm de perceber que no campo não estão a jogar pelo treinador, pela direção, estão a jogar pela instituição Clube Desportivo Nacional que os adeptos tanto amam! A atitude de alguns jogadores em campo é vergonha para um clube centenário como o nosso e envergonha o nosso passado. Temos duas semanas para tratar destas questões, melhorar a nossa qualidade de jogo e entrar em Coimbra para ganhar. Temos tudo para subir de divisão mas apenas se “quisermos”. Quanto aos “nossos craques” que não querem correr, meus amigos temos gente no banco e fora da convocatória que certamente correm mais que vocês! Percebam isto: o Nacional é a nossa instituição, é o nosso passado, é a nossa história, são os nossos adeptos, é a vivência do clube passada de geração em geração, são os cheiros, as gentes, os hábitos, as cores, as derrotas e as nossas glórias, o nosso património material e humano, tudo isto é o Clube Desportivo Nacional. Para os jogadores amuados digo: Respeitem a instituição!
    Nao ha gente como a gente!
    Somos grandes, Clube Desportivo Nacional!

Deixe um comentário