shopping-bag 0
item(s) : 0
Subtotal : €0.00
Ver carrinho Finalizar Compras

Golo à beira do fim dita derrota do Nacional em Setúbal

Em jogo da 17ª jornada da Liga NOS, o Nacional foi esta tarde derrotado em Setúbal, pelo Vitória, por 1-0.

Primeira equipa a criar perigo, o Nacional teve na cabeça de Hamzaoui a primeira grande oportunidade para marcar, mas o remate saiu ao lado.

Antes do intervalo apenas um remate de Edinho, ainda de fora da área, obrigou Rui Silva a trabalho mais aturado.

Na segunda parte o jogo manteve-se equilibrado, e voltou a ser o Nacional o primeiro a criar perigo, mas o cabeceamento de Salvador saiu ao lado.

Depois, foi Tiago a obrigar Varela a uma defesa apertada.

Com o jogo a caminhar para o final, um ressalto de bola na sequência de um pontapé de canto acabou por permitir a Filipe Venâncio um remate vitorioso e assim s definiu o vencedor do encontro. Injusto, pois o Nacional não merecia perder.

Ficha de jogo

Liga NOS – 17ª Jornada

Estádio do Bonfim

Árbitro: Gonçalo Martins

Assistentes: Sérgio Jesus, Rui Fernandes

Quarto árbitro: Hugo Miguel

V. SETÚBAL

Bruno Varela; Arnold Issoko; Frederico Venâncio, Fábio Cardoso e Nuno Pinto; Mikel, Costinha e André Claro; João Amaral, Edinho e Nuno Santos.

Suplentes: Trigueira, Pedro Pinto, Nene Bonilha, Thiago Santana, Meyong, Vasco Costa e Zé Manuel.

Treinador:  José Couceiro

Substituições: Amaral por Zé Manuel (56′), N. Santos por T. Santana (69′), Andre Claro por Vasco Costa (76′)

Disciplina: amarelo a Nuno Pinto (9′)

Golos: Venâncio (86′)

NACIONAL

Rui Silva; Campos, César, Rui Correia e Sequeira;  Washington, Viítor Gonçalves e Tiago; Salvador, Hamzaoui e Willyan

Suplentes: São Bento, Tobias, Ghazal, Witi, Cadiz, Jota e Ricardo.

Treinador: Predrag Jokanovic

Substituições: Willyan por Ricardo (59′)

Disciplina: amarelo a Sequeira (41′), Washington (53′)

Golos:

vs-cdn

Jokanovic considera resultado injusto

Na conferência de imprensa realizada no final do encontro, Predrag Jokanovic, treinador do Nacional, considerou o resultado injusto, explicando o resultado pela diferença de eficácia revelada pelas equipas no momento da finalização.

Deixe um comentário