shopping-bag 0
item(s) : 0
Subtotal : €0.00
Ver carrinho Finalizar Compras

Francisco Abreu novamente com as cores do Nacional no CNV

O Clube Desportivo Nacional vai voltar a estar presente no  Campeonato Nacional de Velocidade, uma vez com o Team Novadriver de Francisco Abreu.

A primeira jornada dupla do Campeonato Nacional de Velocidade 2016 (CNV) realiza-se no próximo fim de semana, no Circuito de Braga, e o Team Novadriver  vai competir com um Volkswagen Golf GTI TCR com as cores da Brisa Maracujá, Alidata, King Tony, First Stop, Diário da Madeira, iMed, Galp Formula, Sertã Turismo, Sanitana, Publicom, Cision, QF, Duoseg, Panta, Autódromo Virtual de Lisboa, Volkswagen Financial Services e, claro, Clube Desportivo Nacional,

Francisco Abreu e Manuel Gião estarão ao volante e com esta dupla de pilotos, o Team Novadriver aposta forte na revalidação do título.

Francisco Abreu conquistou o seu primeiro título nacional em 2015 com o Team Novadriver e procura a revalidação do mesmo com a ajuda de Manuel Gião. O piloto lisboeta regressa à equipa e carrega consigo a enorme experiência que adquiriu com a sua participação, muito bem sucedida, na Seat Leon Supercopa, disputada com carros semelhantes aos da regulamentação TCR.

O CNV 2016 terá um novo figurino com provas Sprint e Double Sprint.

Nos eventos Sprint, cada piloto disputará uma corrida (tendo cada um que qualificar o carro para a sua manga) sendo que cada manga terá uma duração de 25 minutos.

Nos eventos Double Sprint, serão realizadas quatro provas, sendo que cada piloto fará duas corridas (cada piloto qualificará o carro, o primeiro para as corridas 1 e 4, o segundo para as mangas 2 e 3), tendo cada uma delas a duração de 20 minutos. As largadas serão sempre paradas e não lançadas como anteriormente.

A primeira prova do CNV 2016 realiza-se em Braga (Double Sprint), seguindo a competição para o traçado citadino de Vila Real (Sprint), seguindo-se Portimão (Double Sprint) antes da visita fora de portas ao traçado espanhol de Jerez de la Frontera (Sprint) e o término da competição no Autódromo do Estoril
(Double Sprint).

Francisco Abreu, piloto do CD Nacional, mostra-se muito satisfeito:  “Estou muito satisfeito por várias razões. Primeiro porque vou manter-me no Team Novadriver, fator fundamental não só pela qualidade da equipa como do seu profissionalismo. Depois, porque vou competir com um carro novo ao qual me adaptei muito facilmente. Finamente, porque vou ter um grande piloto a meu lado. O Manuel Gião é uma mais valia para este projeto que quer ser vencedor e que tem como objetivo claro a revalidação do título que alcancei em 2015. É verdade que tudo é novo, mas acredito que estamos em boas condições para tentar ganhar o CNV 2016, aguardando com enorme expetativa o começo da competição em Braga.”

Deixe um comentário