shopping-bag 0
item(s) : 0
Subtotal : 0.00
Ver carrinho Finalizar Compras

Nacional eliminado nos penaltis

 

A equipa sénior de futebol do CD Nacional foi esta tarde afastada da Allianz Cup ao perder diante do Desportivo de Chaves no desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

Claramente mais forte, o Nacional foi contudo muito perdulário, e foi contra a corrente do jogo que o Chaves chegou à vantagem.

No reatamento Rochez fez o empate com justiça, mas um lance de bola parada permitiu aos flavienses nova vantagem.

Rochez, de pontaria afinada, bisou logo depois, levando o jogo para o desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

Ai o Chaves foi mais feliz, e venceu por 4-3.

Ficha de jogo

Allianz Cup – 2ª Fase

Estádio da Madeira

Árbitro: Manuel Mota

Assistentes: Jorge Fernandes e Luciano Maia

Quarto árbitro: Anzhony Rodrigues

 

NACIONAL

Framelin, Kalindi, Rui Correia, Júlio César, Witi, Alhassan, Kaká, Ruben Micael, Camacho, Rochez e Riascos.

Suplentes Borges, Campos, Jota, Vitor Gonçalves, Perotti e Kenji.

Treinador: Luís Freire.

Substituições: Kaká por Vitor Gonçalves (59’), Ruben Micael por Jota (77’), Riascos por Perotti  (88’).

Disciplina: amarelo a Vitor Gonçalves (88’).

Golos: Bryan Rochez (59’, 77’).

 

Desportivo de Chaves SAD

Igor, R. Viegas, Hugo Basto, Diego Galo, Jean F., Jefferson, Costinha, Gamboa, Paredes, Platiny, Wagner.

Suplentes: Ricardo, André Luís, J. Teixeira, C. David, Marlon, Calasan e Tanko.

Treinador: José Mota.

Substituições: Jefferson por J. Teixeira (61’), Wagner por André Luís (69’), J. Paredes por A. Tanto (88’).

Disciplina: amarelo a Hugo Basto (45’).

Golos:  Platiny (11’), André Luís (76’).

1 Comentário

  1. Henrique

    O jogo frente ao Chaves deixou uma imagem positiva do trabalho que tem sido feito pelo nosso mister, deixando bem nítida aquela que será a nossa ideia de jogo para o campeonato. Obviamente muito trabalho Luís Freire ainda tem pela frente. Para os adeptos que acompanham a sua equipa com a paixão que eu acompanho ficamos com algumas dúvidas..como está Filipe Lopes fisicamente? Diogo Coelho magoou-se? Jota era titular e depois não foi convocado e agora fica no banco?!..Vamos contratar um lateral esquerdo com qualidade? Há jogadores que ficaram contra a sua vontade?!.. bem, tudo isto para realçar a extrema importância de termos um espírito de grupo muito forte, pois foi isso que nos deu o título da segunda divisão ha 1 ano atrás. É importante termos esse espírito de grupo, colocar os jogadores certos a jogar e o nosso mister continuar a trabalhar a sua ideia de jogo que é muito boa. Agora, é necessário não cometermos erros como o 1 golo do Chaves. Gostei muito da forma como facilmente a nossa equipa cria oportunidades de golo frente a 1 equipa como o Chaves que defende bem. Uma palavra de desagrado para com os sócios do nacional que praticamente não compareceram no estádio, caros sócios, ou vamos todos juntos rumo ao nosso objetivo ou então não vamos lá…
    Nunca se esqueçam, provem, não há gente como a gente, Somos todos Nacional.

Deixe um comentário