shopping-bag 0
item(s) : 0
Subtotal : €0.00
Ver carrinho Finalizar Compras

Erro(s) de arbitragem tira título aos Sub-10

A equipa de Sub-10 do Nacional perdeu esta manhã a possibilidade de sagrar-se campeão regional porque um golo limpo que marcou no seu jogo não foi validado, enquanto que no jogo do outro candidato, quatro minutos depois da hora, foi validado um golo em que a bola não entrou.

Num título decidido pela melhor diferença de golos, em Machico jogou o Nacional, e venceu por 2-0, numa partida em que não houve direito a tempo de compensação.

Mas começou tudo a correr mal mesmo antes do jogo iniciar-se.

Como pode ver-se no mapa das nomeações, para o jogo que poderia valer o título, não estava nomeado qualquer árbitro.

Nomeacao

 

Assim, acabou por ser o árbitro nomeado para o jogo no campo ao lado a arbitrar a partida. Curiosamente, alguém que foi recentemente distinguido com a medalha de prata de 25 anos de filiação clubística no CS Marítimo, o grande adversário do Nacional nesta corrida.

arbitro

Venceu o Nacional por 2-0, mas deveriam ser 3-0. Isto por há um golo em que a bola entra claramente na baliza da AD Machico, mas que o árbitro não viu e por isso não sancionou.

ns sub-10 golo nao validado

E para que não fiquem dúvidas, eis o vídeo:

Enquanto isso, em Santo António, o árbitro quase ‘residente’ naquele recinto, acaba por dar quatro minutos de descontos no jogo do Marítimo, uma situação no mínimo pouco habitual.

Nesse período, acaba por assinalar um golo a favor da equipa da casa, num lance em que a bola não entra. Com esse golo, o 6-0, o Marítimo passa finalmente à frente do Nacional e sagra-se campeão.

Parabéns aos jovens jogadores do Marítimo pelo título conquistado.

Parabéns a todos atletas de todas as equipas que participaram.

À AFM fica uma crítica. Os jovens atletas, pais treinadores, dirigentes, clubes, merecem mais respeito.

Não ter árbitro nomeado para um jogo que pode valer um título é inaceitável.

Tal como é inaceitável ter-se árbitros ‘residentes’ em alguns campos da Região.

resultados

 

Deixe um comentário